Mudando paradigmas...

Nosso foco principal é o Autista.


Autismo é tratável !

Quanto mais cedo houverem intervenções, maiores as possibildades  de melhoras do espectro.


Investigação é fundamental ..

Para real diagnóstico é necessário termos um olhar especial. O médico precisa ter em mente a investigação, a averiguação de dados, se aprofundando nos vários caminhos que sua suspeita  poderá levar, apurando não só a parte comportamental e exames habituais, como eliminando dúvidas através de  exames como: perfil genético ,alergias, erros inatos do metabolismo,intoxicações ,etc. Segundo análises mais elaboradas, cada vez mais está se chegando a conclusão que muitas crianças estão no espectro autístico , mas não são autistas...algum fator as fazem entrar no espectro.

O que é transtorno do espectro autista?

O autismo, ou transtorno do espectro autista, refere-se a uma série de condições caracterizadas por desafios com habilidades sociais, comportamentos repetitivos, fala e comunicação não-verbal. Sabemos agora que não há um autismo, mas muitos tipos, causados ​​por diferentes combinações de influências genéticas e ambientais.

O termo "espectro" reflete a ampla variação nos desafios e pontos fortes possuídos por cada pessoa com autismo.

Os sinais mais óbvios do autismo tendem a aparecer entre 2 e 3 anos de idade. Em alguns casos, ele pode ser diagnosticado tão cedo quanto 18 meses. Alguns atrasos no desenvolvimento associados ao autismo podem ser identificados e abordados ainda mais cedo. Qualquer dúvida,os pais devem procurar o mais rápido possível um profissional capaz de diagnóstico, uma vez que a intervenção precoce pode melhorar muito a condição e a vida de um autista.

Alguns fatos sobre o autismo

  • Os Centros para o Controle e Prevenção de Doenças (CDC) estimam a prevalência do autismo como 1 em 68 crianças nos Estados Unidos. Isso inclui 1 em 42 meninos e 1 em 189 meninas.
  • Estima-se que 50.000 adolescentes com autismo tornam-se adultos - e perdem serviços de autismo escolarizados - a cada ano.
  • Cerca de um terço das pessoas com autismo permanecem não-verbais.
  • Cerca de um terço das pessoas com autismo têm uma deficiência intelectual.
  • Certos problemas médicos e de saúde mental freqüentemente acompanham o autismo. Eles incluem distúrbios gastrointestinais (GI), convulsões, distúrbios do sono, déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), ansiedade e fobias.

Retirado do site autism speak : https://www.autismspeaks.org/what-autism